Endomarketing: guia com 5 perguntas respondidas

Pergunte aos especialistas e eles vão dizer: o marketing deve começar de dentro para fora e não ao contrário. Dessa afirmação, já tiramos a principal explicação para o conceito de “endomarketing”. A expressão é formada pelos termos “endo”, elemento de composição de palavras que traz consigo a ideia de interioridade, de algo no interior, e “marketing”, que todo mundo sabe o que é, né?

Mas, o que significa ter uma estratégia de marketing “de dentro para fora”? O que é esse tal de endomarketing? Explicaremos tudo nesse artigo especial, que responde a 5 perguntas sobre o tema em um guia completo!

Se preferir, você pode navegar pelas perguntas utilizando o índice abaixo ou ler o artigo na íntegra.

Boa leitura!

Tópicos deste artigo

1 – O que é endomarketing?

Endomarketing – ou marketing interno – é uma estratégia de comunicação para fortalecer a marca de uma empresa entre seus colaboradores. A prática institucional impacta diretamente diversos indicadores de RH, como o turnover – índice que mede a rotatividade de funcionários, e a produtividade.

Em resumo, o endomarketing ajuda a desenvolver nos colaboradores a sensação de que determinada empresa é um bom lugar para se trabalhar. É claro que, para ser efetiva, a prática deve ser empregada em conjunto com outras atitudes para esse fim, como uma boa política de benefícios, por exemplo.

Outro ponto importante a se citar é que o endomarketing pode não só impactar o público interno como também o externo. Isso porque colaboradores satisfeitos e que admiram a empresa em que trabalham tendem a falar mais dela, divulgá-la e construir uma imagem positiva para o negócio.

2 – Por que investir em endomarketing?

São inúmeras as vantagens em lançar mão de estratégias que privilegiam o cuidado com as pessoas em uma empresa. O endomarketing é uma das maneiras de fazer com que os colaboradores se sintam valorizados para além de seus salários e benefícios. Isso, sem dúvidas, faz toda a diferença.

Os resultados de um endomarketing bem executado, sem falsas práticas, se desenrolam em cascatas de melhorias para a empresa. Além do fato de que o “marketing interno” leva a uma melhor reputação da empresa e, consequentemente, da sua qualidade na área em que presta serviços ou vende produtos, tem também os ganhos em produtividade.

Sim, endomarketing tem tudo a ver com produtividade. Isso porque as práticas para uma boa estratégia passam por estruturar a empresa para fazer só o melhor pelas pessoas, sendo que são elas quem cuidam do negócio. Uma empresa que cuida melhor de deus funcionários tem dele maior dedicação. 

Além disso, a melhora em qualidade de vida passa pela sensação de ser valorizado, de ter controle de sua rotina, de estar caminhando para um objetivo, de ter seus valores respeitados, de ter suas opiniões ouvidas e, portanto, de ser mais feliz. Tudo isso volta para a empresa desde a economia no plano de saúde, que tem sinistralidade reduzida pela melhor saúde dos colaboradores, até as melhores entregas de cada equipe.

3 – Qual departamento é responsável pelo endomarketing?

É comum sentir certa dificuldade ao tentar encaixar o endomarketing em um departamento. O pensamento mais imediato é colocá-lo sob a tutela do departamento de Marketing, mas, considerando o público-alvo, o RH é quem parece ser o responsável ideal.

Sendo assim, qual departamento escolher para comandar a estratégia de endomarketing da sua empresa? A resposta é simples: os dois departamentos citados no parágrafo anterior.

Sim, Marketing e RH devem compartilhar a liderança da estratégia de endomarketing das empresas e isso nem parece assim tão absurdo. Afinal, enquanto o primeiro domina as estratégias de divulgação das ações e relacionamento com o público-alvo, o segundo é quem tem por função desenvolver as atitudes que afetam tal público.

Portanto, anote aí: unir suas forças de Marketing e RH é a melhor ideia para criar um relacionamento genuíno com o colaborador, melhorando sua experiência e transformando essa interação em resultados reais para a empresa.

4 – Como começar o endomarketing na minha empresa?

Assim como no marketing convencional, não há um livro de regras que indique um único jeito de fazer as coisas. O endomarketing é a estratégia que une as ações de fortalecimento da marca da empresa entre os colaboradores dessa empresa. Portanto, a única regra, por assim dizer, é a de direcionar seus esforços para atingir esse público-alvo.

Se não há um “jeito certo” de fazer endomarketing ou ferramentas específicas que sejam assim tão necessárias, há pelo menos uma boa maneira de preparar sua estratégia. Abaixo, listamos algumas dicas para você começar já no melhor caminho possível!

Conheça seus colaboradores

Qualquer campanha de marketing requer um bom conhecimento do público-alvo; no endomarketing não é diferente. É claro que as informações básicas dos colaboradores o RH já possui e elas são de bom uso. Ainda assim, você precisa entender o momento em que todos estão – bem como o momento da sua empresa nesse sentido.

Esse tal “momento” pode ser decifrado através de uma Pesquisa de Clima Organizacional. É com ela que você vai entender quais são as maiores queixas, dificuldades, pontos fortes e desejos do seu público. Outra vez, é importante unir as forças das equipes de Marketing e RH, justamente para elaborar perguntas que permitam realmente mensurar esse clima pelos dois lados.

Inúmeras ferramentas online permitem que você crie pesquisas e obtenha resultados organizados. O próprio Google oferece o Google Forms para tal funcionalidade. Planeje-se bem!

Entenda as suas necessidades

Depois de entender seu clima organizacional, você precisa entender como estão seus resultados como empresa. Aqui, os principais indicadores a serem consultados são os de RH, até porque serão eles os mais atingidos pelos impactos que a campanha de endomarketing causará.

Faça um bom registro de como estavam seus números antes de qualquer atitude em direção à sua estratégia de endomarketing. Cruzar essas informações com os insights obtidos na sua Pesquisa de Clima Organizacional será revelador, pode acreditar.

Com essa parte pronta, você está bem munido de informações para começar uma boa estratégia de endomarketing.

Saiba quais são seus objetivos

Não é o ideal, mas normalmente uma empresa decide investir em endomarketing para resolver um problema. Seria melhor ter começado antes que as coisas ficassem ruins, mas, se o caso é esse, pelo menos você já tem uma clara noção do seu objetivo.

De um jeito ou de outro, quem fez uma Pesquisa de Clima Organizacional, estudou seu público-alvo e fez uma bela revisão de seu posicionamento através dos indicadores de RH provavelmente já tem uma ideia clara de onde quer chegar com o endomarketing.

De posse de toda essa informação, trace os objetivos que você almeja alcançar com a nova estratégia de endomarketing. É aqui que você vai encontrar o ritmo que toda a sua campanha terá. Você precisa considerar as necessidades do colaborador, as necessidades da sua empresa e encontrar esse “meio termo” (em aspas porque nem sempre essas necessidades são opostas – na maioria das vezes, elas andam em conjunto!).

Hora da ação!

Se você seguiu as três dicas acima, está mais do que pronto para colocar em prática suas estratégias de endomarketing. Essa é a hora de colocar a mão na massa e começar a fazer as mudanças necessárias para alcançar seus objetivos, melhorar indicadores e tudo mais.

Na próxima pergunta, traremos alguns exemplos de estratégias de endomarketing para você se inspirar.

5 – Quais são as melhores estratégias de endomarketing?

Se você leu o artigo todo até aqui, já sabe que a intenção do endomarketing é melhorar a imagem da empresa para seus próprios colaboradores. É o marketing de dentro para fora. E não há marketing sem comunicação, certo?

Nos tópicos abaixo você vai encontrar exemplos de ações que são, além de tudo, boas estratégias para favorecer o endomarketing da sua empresa. Quem um spoiler? A maioria delas tem a ver com a maneira como você se comunica com o colaborador. Confia!

Faça pesquisas de satisfação

Boa comunicação é tudo, né? Mas muito cuidado para não cair na ideia de que comunicação é só falar e nunca ouvir. Lembre-se sempre que precisa haver troca na relação entre a empresa e o colaborador. Pesquisas de satisfação são uma ótima forma de abrir a possibilidade da sua equipe se expressar.

Além disso, um pouco mais acima no texto nós falamos justamente sobre como as pesquisas são um norteador importantíssimo para as estratégias de endomarketing e sobre como começar a implantação de uma campanha com elas é uma ótima prática.

Revise sua política de benefícios

Bons benefícios são investimentos instantâneos para uma boa percepção do colaborador sobre a empresa, quanto a isso não há dúvidas. Há, entretanto, a crença de que o que define uma boa política de benefícios são os valores desses, mas não é bem assim!

Por meio dos benefícios, uma empresa pode passar várias mensagens ao colaborador que ajudam a relação a se fortalecer. Horários flexíveis indicam confiança, folgas e reduções de horário indicam valorização da vida pessoal, auxílios e ajudas de custo representam respeito, seguros de saúde e vida demonstram cuidado, e assim por diante.

Outra possibilidade é oferecer aos colaboradores liberdade e autonomia na hora da utilização desses benefícios concedidos. Através de uma empresa especializada, como a Benê, você oferece a possibilidade de personalização da carteira de benefícios feita diretamente pelo colaborador. Além disso, seu RH ainda economiza tempo e dinheiro centralizando todos os benefícios em um só prestador.

Para agendar sua demonstração da plataforma da Benê, basta clicar aqui.

Capacite os gestores

Não há nada mais prejudicial para a imagem de uma empresa do que um gestor desalinhado com o que a empresa promove no endomarketing. Enquanto a empresa “vende” uma ideia, o colaborador vivencia outra totalmente diferente e tem sua experiência afetada. É bom ficar de olho!

Cuide para que as equipes estejam recebendo de seus gestores tudo o que a empresa, de modo geral, anuncia que elas deveriam receber. Além disso, orientar modelos de gestão e acompanhar o clima em equipes isoladas também ajuda a entender as necessidades.

Manter uma cultura humanizada, com feedbacks, orientações e respeito também é essencial. Demonstrar essa proximidade é importante porque, não raramente, as pessoas deixam seus trabalhos por conta do líder imediato, não por conta da empresa. 

Ofereça um plano de carreira

Motivação nem sempre é sobre palestras, artigos ou algo que se pratica sozinho. Oferecer um direcionamento de carreira para seus colaboradores, por exemplo, é uma ótima prática para motivá-los. Afinal, contemplar possibilidades trazidas pelo seu trabalho diário, alcançáveis pela sua dedicação, é uma ótima maneira de ter dias mais produtivos.

Demonstrar a valorização das equipes promovendo colaboradores para vagas de liderança ao invés de contratar profissionais de fora já é uma boa indicação de que a empresa tem interesse em desenvolver as pessoas e suas carreiras. Você pode ir além e também desenhar um plano de carreira que passe por metas de capacitação, resultados, acompanhamento com gestores, enfim… tudo que ajude nesse sentido.

Essa é uma ferramenta muito boa para alavancar o endomarketing da sua empresa e melhorar a experiência dos colaboradores.

Capacite seus colaboradores

É mais provável que seus colaboradores fiquem felizes se sentirem que estão se desenvolvendo enquanto trabalham na sua empresa. Mais do que a experiência profissional, é necessário oferecer treinamentos, cursos, certificações e workshops para auxiliar nessa tarefa.

Ter uma pessoa no RH da empresa que olhe para as necessidades do negócio e pense soluções em treinamentos já é uma ótima prática. Ganham os colaboradores, que aprendem e se capacitam; e ganha a empresa, que alinha seus procedimentos e aumenta a qualidade.

Melhore sua comunicação interna e externa

Por vezes, o endomarketing é confundido com a comunicação interna ou a comunicação corporativa nas empresas. Antes, é preciso desfazer essa confusão: comunicação interna é a prática de comunicar para o público interno de uma empresa. Por sua vez, a comunicação corporativa reúne o posicionamento externo de uma instituição, seu posicionamento de marca e ações de relações públicas.

Voltando ao endomarketing, então, faz mais sentido falar em comunicação interna, certo? Nesse âmbito, busque maneiras de falar com o colaborador e, mais importante, de ouvi-lo. Para fortalecer essa relação, você pode fazer uso de alguma ferramenta que aproxime as partes.

Na Benê, além de oferecer benefícios flexíveis, você pode enviar comunicados via e-mail, push (notificação de celular pelo aplicativo) e pelo mural direto na plataforma. Sem falar na possibilidade de gerir campanhas de incentivo completas, tudo pelo ambiente web e pelo app, com acompanhamento de métricas e tudo!

Peça sua demonstração de Benê aqui.

Um ótimo investimento em endomarketing

Uma ajudinha sempre vai bem, né? A Benê tanto sabe disso que trabalha todos os dias para criar soluções que façam real diferença na vida das pessoas: as do RH e os colaboradores em geral. 

Ferramentas são instrumentos que facilitam a realização de um trabalho. Por vezes, usamos muitas para diferentes finalidades, e a gestão dessas ferramentas acaba sendo, por si só, uma tarefa árdua. Isso acontece todos os dias em todas as empresas e a Benê sabe disso. Por isso a gente sempre dá um jeito de ter tudo que você precisa do jeito mais simples e fácil possível.

Só nesse texto nós citamos a plataforma da Benê para o pagamento de benefícios flexíveis, para realização de campanhas de incentivo e até para comunicação interna. O que você talvez não saiba é que a Benê é muito mais que isso. Tem seguros corporativos, tem clube de vantagens com parcerias exclusivas, tem conta digital com cartão gratuito e, além de tudo, ainda oferece relatórios completos para você ficar sempre de olho na utilização dos colaboradores. Gostou?

Fale com a Benê para conversar com nossos especialistas e agendar uma demonstração. É só clicar aqui!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Posts
Relacionados
Gostou?
Compartilhe!
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on email
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter