Saúde mental na pandemia: como ajudar sua equipe?

A crescente conscientização sobre cuidados com a saúde mental se intensificou na pandemia. Afinal, sob medidas severas de isolamento social e ameaças à saúde de todos, essa preocupação se tornou ainda mais necessária. Por fim, qual é o papel das empresas e seus departamentos de RH nesse cenário?

Por ser a atividade a qual as pessoas despendem mais tempo, o trabalho se torna uma das principais áreas da vida de todos. No fim de um ano, nós provavelmente passamos mais tempo com nossas equipes do que com alguns de nossos familiares, por exemplo. Sendo assim, pode-se concluir que, com certeza, essas relações são essenciais para uma saúde mental equilibrada.

É claro que muitos fatores influenciam essa equação: vida pessoal, questões financeiras, estilo de vida, etc. Entretanto, muitas pessoas atribuem ao trabalho as dificuldades que enfrentam para manterem-se emocionalmente saudáveis. Para ilustrar, trouxemos os números apurados pela revista Veja Saúde, em junho de 2021, que mencionou duas pesquisas diferentes: uma realizada pela Kenoby e outra pela Vitalk.

Neste artigo, falaremos também sobre como os departamentos de RH podem ajudar os colaboradores com ferramentas específicas para cuidar da saúde mental. Ainda ao fim, citaremos dois importantes parceiros da Benê que podem fazer toda diferença na sua empresa hoje mesmo: o Cíngulo e a Vidalink.

Continue lendo para saber mais sobre como cuidar da saúde mental na pandemia, principalmente no ambiente de trabalho. Se preferir, navegue pelo texto utilizando os links no índice abaixo.

Boa leitura!

Tópicos deste artigo

Os números da saúde mental no trabalho

O “novo normal” do trabalho na pandemia incluiu o home office na rotina das pessoas, trazendo além de reuniões virtuais, efeitos colaterais da crise econômica, como o medo de desemprego. Obviamente, todo esse movimento expôs ainda mais as pessoas aos danos à saúde mental.

O papel dos empregadores nesse cuidado tem ficado cada vez mais em foco. Além de manterem ambientes emocionalmente saudáveis em suas empresas, tem sido cobrado também o compromisso em fornecer ferramentas para que os colaboradores cuidem de si. O impacto desse posicionamento tem causado grandes discussões acerca do tema. Afinal, as empresas precisam ajudar a cuidar da saúde mental dos colaboradores?

O que dizem os profissionais de RH sobre saúde mental

A pesquisa da Kenoby, que citamos na introdução deste artigo, entrevistou 488 profissionais de RH em todo o Brasil. Os dados mostram o olhar desses especialistas sobre o olhar para a saúde mental dos colaboradores.

O dado mais alarmante é que, dos 488 entrevistados, 93% creem que falta um olhar das empresas para a saúde mental. Os que não veem prioridade da empresa em montar uma área voltada a isso  são 40%. Isso mesmo com os dados mostrando que 67% dos profissionais de RH relatam afastamentos de colaboradores por problemas emocionais.

Por fim, em destaque, o ponto ao qual esse artigo chama atenção: 62% das companhias não oferecem benefícios para cuidados com a saúde mental aos colaboradores. Temos, portanto, o panorama de um dos lados. Vejamos o que dizem os outros profissionais.

O que dizem os colaboradores sobre saúde mental

A pesquisa da Vitalk que citamos também no início do texto foi feita em parceria com a Mindminers. É ela quem mostra o que pensam 420 pessoas, entre gestores e colaboradores, sobre saúde mental no trabalho – sendo que, desse total, 40% representam líderes e 60% liderados.

De primeira, um dado crítico e até polêmico: 41% dos entrevistados acreditam que o chefe tem impacto negativo em sua saúde mental. Aliás, 50% dos liderados nunca falaram sobre o tema no trabalho. Isso porque, ainda hoje, 19% das lideranças não se sentem confortáveis em abordar o tema.

Agora, o dado mais tem peso para este artigo: 90% dos entrevistados pensam que a empresa deve priorizar o bem-estar dos funcionários. É desse tipo de resposta que nasce a necessidade desse artigo: ajudar você a melhorar a experiência do colaborador (e colher os frutos dessa prática).

Por que cuidar da saúde mental dos colaboradores?

Se os números nos parágrafos acima ainda não justificam o investimento em ferramentas para cuidar da saúde mental dos colaboradores, talvez o retorno que este investimento traz seja conclusivo para você. Aliás, você sabia que essa preocupação com a situação emocional dos colaboradores pode trazer economia para sua empresa? Pois é.

Economize com plano de saúde

Problemas com a saúde mental frequentemente causam outras enfermidades. Empresas que priorizam o bem-estar de seus colaboradores tendem a reduzir a sinistralidade de seus seguros de saúde e, com isso, economizam nas renovações.

Reduza os afastamentos

Outro ponto importantíssimo que é impactado pelo cuidado com a saúde mental é a redução dos afastamentos. Com sintomas debilitantes, os distúrbios mentais causam afastamentos frequentes e recuperação lenta. Evitar tais episódios é o melhor caminho para não ter sua equipe desfalcada, sobrecarregando os demais e correndo mais riscos de afastamentos. 

Aumente a produtividade

As equipes mais motivadas são aquelas em que as questões emocionais são levadas a sério. Com cuidados para garantir o bem-estar mental dos colaboradores, os times ficam mais felizes e se entregam mais. Com respeito mútuo e cuidado, a empresa e o colaborador ganham em produtividade, o que gera bem-estar para todo mundo.

Melhore os indicadores de RH

Cada um desses temas mereceria um parágrafo específico, mas para os fins deste artigo, basta citar que o investimento em saúde mental ajuda a melhorar os indicadores de RH. Com o maior carinho por parte da empresa, reforçam-se os números do clima organizacional, da atração e retenção de talentos e da eterna guerra contra o famigerado turnover (índice de rotatividade nas vagas).

Como escolher uma plataforma de cuidados com a saúde mental?

A tecnologia, apesar de ser vista como vilã em muitos casos, é a principal solução em praticidade para cuidar da saúde mental. Afinal, é através de aplicativos e plataformas online que várias pessoas puderam amenizar os impactos da pandemia enquanto não podiam sair de casa.

Ainda assim, é importante ficar claro que há muito o que sua empresa pode fazer para auxiliar na vida emocional das pessoas sem precisar, especificamente, de um terceiro. Cuidar da manutenção da cultura e clima organizacional, treinar gestores, prezar por jornadas de trabalho menos estressantes e oferecer subsídios para saúde, alimentação e transporte já são, em si, práticas essenciais.

Mas, para ir além, você pode seguir as dicas abaixo e disponibilizar ferramentas para melhorar a qualidade de vida dos seus colaboradores. Ao procurar ferramentas e plataformas complementares para cuidado com a saúde mental, você pode optar por:

Plataformas de parcerias com academias

Muito populares e atrativas, as plataformas que oferecem descontos em academias, estúdios de ginástica e outros estabelecimentos da área são de ótima ajuda para cuidar da saúde mental. Isso porque praticar atividade física regularmente é um poderoso remédio contra os distúrbios da mente, ativando o corpo e liberando hormônios essenciais para a felicidade.

Plataformas de meditação e motivação

Outra solução interessante é fornecer ferramentas para que seus colaboradores pratiquem meditação. A modalidade é frequentemente atrelada ao bem-estar e ao controle emocional. Para isso, existem várias plataformas com aulas guiadas, orientações, áudios, materiais, tudo para ajudar seu colaborador.

Plataformas para alimentação saudável

Outra possibilidade é oferecer aos seus colaboradores uma assistência regular para a alimentação saudável, incentivando a prática em casa e no escritório. Plataformas que contam com nutricionistas à disposição, controle de alimentos, sugestões de pratos e receitas fazem muito sucesso nessa área – e a gente não precisa falar o bem que faz comer bem, né?

Plataformas de atendimento psicológico

Para além do plano de saúde, muitas empresas têm investido também em plataformas especializadas em atendimento psicológico. Com a alta demanda por psicoterapia, essas ferramentas têm sido de grande ajuda para garantir que todas as pessoas que precisam encontrem um profissional. O acompanhamento médico e psicológico é essencial para todas as pessoas e a empresa que fortalece essa prática investe muito em bem-estar.

Quais são as vantagens do Cíngulo e da Vidalink para a saúde mental?

Como dito na introdução deste artigo, a Benê hoje conta com dois parceiros para que seus clientes invistam em saúde mental: o Cíngulo e a Vidalink. Para saber mais sobre como ter Benê na sua empresa e oferecer, além de mais saúde mental, benefícios flexíveis, seguros e ferramentas essenciais ao RH, é só pedir uma demonstração clicando aqui.

Abaixo, apresentamos as duas plataformas parceiras da Benê, que você contrata com condições exclusivas falando com um de nossos especialistas.

Cíngulo

O Cíngulo é um aplicativo de terapia guiada para tratar da ansiedade, estresse, autoestima, insegurança, ânimo, foco e muito mais. Ele acompanha a pessoa em todos os momentos e está sempre disponível, em qualquer hora, lugar e com total privacidade.

A plataforma auxilia na superação dos problemas emocionais que mais atrapalham a vida das pessoas, fazendo-a evoluir em sua jornada de autoconhecimento. As abordagens mais avançadas, eficazes e transformadoras da psicologia e das neurociências estão nessa ferramenta completa para o colaborador.

Vidalink

A Vidalink é uma welltech, startup que oferece serviço de bem-estar, que trabalha em parceria com empresas para cuidar dos colaboradores. A plataforma incentiva a vida saudável oferecendo descontos e facilidades na compra de alimentos, medicamentos e auxílio especializado em casos de doenças crônicas.

Com base de dados atualizada em tempo real, a Vidalink permite o reconhecimento das necessidades das pessoas na empresa, auxiliando na tomada de decisão do departamento de RH quando o assunto é gestão de saúde.

Pelo bem de todas as pessoas

Na Benê a gente sempre diz que ajudamos pessoas que cuidam de pessoas, dada a nossa proximidade com os departamentos de RH. Assim, quando falamos em saúde mental, além de deixar empresas mais saudáveis, nós também estamos contribuindo para um mundo melhor.

Com muito orgulho, queremos continuar te ajudando e fazendo parte da mudança contínua na qualidade de vida de milhares de pessoas pelo Brasil. Se você também quer fazer parte desse movimento, basta clicar aqui e pedir sua demonstração da plataforma da Benê.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Posts
Relacionados
Gostou?
Compartilhe!
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on email
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter