Almoço no home office: Veja 10 dicas para aproveitar esse tempo

O trabalho home office já está há mais de ano na rotina de pessoas no mundo todo. Isso porque, com a pandemia e as medidas de isolamento social, incentivou-se a atividade remota para quem pudesse exercer suas funções profissionais de casa.

Mas, se em outros tempos o trabalho em home office era visto como privilégio, hoje ele mostra alguns desafios. Inegavelmente benéfico ao colaborador e à empresa, o trabalho remoto demanda, entretanto, novas competências de todos os lados.

No artigo abaixo falaremos sobre a gestão do tempo em home office, sobre a modalidade em geral e ainda deixaremos dicas valiosas para você aproveitar o horário do almoço. Continue lendo para aprender como organizar sua rotina e melhorar sua qualidade de vida trabalhando em casa!

Afinal, o que é home office?

Em tradução livre do inglês, home office significa “escritório em casa”. Mas o termo é tão conhecido por aqui que opções em português, como “trabalho remoto”, é que geram confusão. O método consiste na prática profissional fora das dependências da empresa e, antes da pandemia, era utilizada como:

  • uma espécie de benefício: algumas empresas faziam do home office um “mimo” aos colaboradores, criando escalas de trabalho em casa entre equipes para que todos tivessem a chance de fazer o home office ao menos uma vez na semana.
  • uma forma de gerenciar espaço: pequenas empresas usavam o home office para não precisar alugar grandes salas corporativas. Assim, com uma boa escala, era possível fazer um rodízio de pessoas que iriam ao escritório diariamente, permitindo que a empresa crescesse em número de funcionários sem precisar de espaços maiores.
  • uma possibilidade para atrair talentos distantes: como exceção, o home office também era usado para possibilitar a contratação de profissionais de outras cidades, estados e países. Dessa maneira, a empresa poderia contar com os serviços de alguém que não poderia estar presente de forma alguma.

Mas por mais benéfico às empresas e colaboradores que possa parecer, o home office nem sempre foi uma unanimidade. Na verdade, antes de ser imposto por ocasião da pandemia, o trabalho remoto era visto com muita desconfiança pelas empresas (mas sempre muito desejado pela maioria dos colaboradores).

E quem pode fazer home office?

Em tese, todas as pessoas que não precisam de nada além de um computador com acesso à internet para desempenhar suas funções podem aderir ao trabalho home office. A decisão, entretanto, é sempre da empresa.

Há algum tempo, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) impedia a flexibilidade do trabalho remoto, mas com as recentes atualizações na legislação, o home office ganhou compreensão mais ampla e livre.

Aliás, com a situação atual, a possibilidade de trabalhar de casa tem sido um diferencial atrativo para candidatos no mercado de trabalho. Tanto é que algumas empresas oferecem inclusive um benefício relacionado à prática, que na Benê a gente chama de Auxílio Home Office.

Por lei, o empregador não é obrigado a custear luz, internet ou equipamentos para o colaborador desempenhar suas funções em casa. No entanto, empresas que o fazem ganham muito com a satisfação do colaborador e registram até aumentos na produtividade.

Pela plataforma de pagamentos da Benê o Auxílio Home Office pode ser pago como benefício, separado do salário. Além disso, o colaborador ainda pode usar o cartão Benê para comprar o que quiser ou usar a própria plataforma para aproveitar parceiros com desconto e cashback. Saiba mais!

Produtividade e qualidade de vida em home office

Uma pesquisa feita pela Fundação Dom Cabral em parceria com a Grant Thornton e a Em Lyon Business School mostrou que o senso positivo de produtividade nem sempre está alinhado à percepção de equilíbrio e bem-estar do colaborador.

Mas o quê isso significa? De acordo com a pesquisa, as pessoas sentem que são mais produtivas em home office. Em contrapartida, as mesmas pessoas não veem melhora na qualidade de vida, mesmo com mais tempo em casa.

Nesse mesmo tema, um levantamento elaborado pela Kenoby mostra que, para 93%, falta ação das empresas para a saúde mental dos funcionários. Apesar de 67,3% afirmarem que a empresa leva em consideração o tema saúde mental na hora de avaliar a expectativa dos colaboradores, em 71,1% das empresas, não existe uma área ou pessoa dedicada à saúde mental dos colaboradores.

Como solução para tudo isso, a Benê vai além dos benefícios e oferece também um plano com acesso ao Total Pass e VidaLink para os colaboradores parceiros. A TotalPass é o benefício corporativo descomplicado que oferece as melhores academias e o melhor custo-benefício. Já a o VidaLink é o maior plano de bem-estar corporativo do Brasil, que ajuda colaboradores a ter uma vida mais saudável e equilibrada. Nós falamos mais sobre eles neste artigo. Saiba mais!

Gestão do tempo em home office é essencial

Pode ficar tranquilo, a gente não vai falar sobre como organizar seu tempo para trabalhar mais. O foco aqui é te ajudar a encontrar mais tempo para você, incluindo aquelas dicas para potencializar sua hora do almoço em home office.

Respeite o seu horário de trabalho

Por ambos os lados, não flexibilize as suas horas de trabalho. No período acordado com seu empregador, esteja disponível e disposto a produzir. Para garantir um bom desempenho, evite distrações e foque em entregar o melhor que puder naquele período combinado.

Dessa maneira você evita a necessidade de horas extras ou a abertura para críticas à sua disponibilidade. Outro ponto importante é que você afasta de vez a ansiedade relacionada à incerteza sobre seu desempenho. O combinado não sai caro para ninguém e você pode criar uma relação muito boa de confiança com seu gestor. Assim todo mundo ganha!

Mantenha uma agenda atualizada

Não é para ser chato, mas se você consegue seguir a agenda cheia de reuniões e lembrete do trabalho, por que não consegue seguir uma em benefício próprio? Prepara um caderninho aí e bora organizar a vida.

Além do trabalho, faça uma lista com todas as suas obrigações diárias. Depois, faça uma lista com todas as coisas que você gostaria de fazer no seu tempo livre. Por último, organize os horários em que você pretende acordar e ir para a cama, para ter um panorama de como encaixar suas necessidades no seu dia. Ah, mas deixe seu horário de almoço do trabalho fora disso, hein! Temos dicas separadas para ele logo abaixo!

Com tudo organizado, distribua os itens colocando prazos generosos para cada um deles. Dessa maneira você pode variar um pouco no tempo, sem precisar engessar sua agenda, e mesmo assim cumprir tudo que queria.

Mas atenção: seu tempo livre precisa ser, de fato, livre, descontraído, sem pressão. Não vá se obrigar a nada, hein? Mantenha um termômetro mental da sua satisfação com a rotina e faça adaptações sempre que sentir necessário!

Quer um exemplo? Lá vai:

  • 6h – Acordar
  • 6h30 – Exercícios
  • 7h30 – Café da manhã
  • 8h às 17h – Trabalho
  • 17h30 – Arrumar a casa
  • 19h – Banho
  • 19h30 – Leitura/Estudo
  • 20h30 – Séries/Filmes
  • 21h30 – Ir para cama

É claro que isso pode ir variando diariamente, mas deu pra entender a ideia, né? Planejar as atividades dos dias é altamente recomendável para afastar a ansiedade e aumentar o bem-estar!

10 dicas para aproveitar sua hora de almoço

Por fim, chegamos ao tópico da hora do almoço em home office. Para muitos a refeição mais importante do dia, nosso almoço acaba sendo engolido por demandas e tarefas tanto profissionais como pessoais.

Como dito acima, organizar-se é essencial para tirar o maior proveito possível daquela folguinha no meio do dia. Aliás, avalie sua rotina e entenda se não é válido, se possível, negociar com seu gestor um tempo maior para a refeição. Você pode compensar entrando mais cedo ou saindo mais tarde e, com isso, tirar proveito da hora mais feliz do dia.

Aqui vão as dicas para você curtir demais a sua hora de almoço em home office:

Dica 1: Alimentar-se bem é a prioridade

Não caia na besteira de não comer na sua hora de almoço, hein? Dá pra aproveitar o restinho do tempo com tranquilidade, mas não deixe de comer! Mas se o preparo da comida for um problema, aqui vão algumas sugestões:

  • Marmitinhas congeladas: Separe alguns potinhos e, no final de semana, cozinhe porções individuais de todo o cardápio que você pretende devorar nas horas de almoço. Guarde tudo congelador e, na hora de almoçar, é só descongelar. Se não tiver tempo para pesquisar quais alimentos podem ir ao congelador ou até de prepará-los, você pode comprá-las prontinhas. Tem muita gente que já entrega tudo embalado e congelado na porta da sua casa. No clube de vantagens da Benê tem até opções com desconto!
  • À moda do chef: Se você não abre mão de cozinhar, então melhor deixar tudo já separadinho, né? Lave, corte ou pré-cozinhe os alimentos antecipadamente, deixando tudo no jeito para preparar aquela comida fresquinha na hora do almoço. Mas, como na sugestão acima, não deixe de pensar o cardápio da semana todo, ok? Desse jeito fica mais fácil de seguir a rotina (e dá até pra tentar seu fitness, hein!).
  • Barriguinha fidelizada: Você também pode procurar um restaurante no seu bairro e fechar um pacote. Assim, você recebe comidinhas quentinhas e fresquinhas todos os dias, sem precisar cozinhar nada. A opção costuma ficar mais em conta e todo mundo fica feliz: você, de barriga cheia, e o comércio local, que precisa dessa força nesse momento tão difícil, né?

Dica 2: Um descanso necessário

Logo depois de almoçar, muita gente tem aquela vontade de tirar uma soneca. No escritório, o jeito era rebater a sonolência com um cafézinho logo depois da refeição, mas em home office você pode se entregar.

Aproveite o restinho do tempo do almoço para tirar aquela soneca revigorante. Algo em torno de 30 minutos é suficiente para recuperar as energias e não ficar lutando contra o sono enquanto trabalha (mas se quiser usar a tática do cafézinho também pode, tá?).

Dica 3: Informação na hora certa

Com tanta coisa acontecendo e tantos meios de comunicação, somos bombardeados por informações o dia todo. Rádio, TV e impressos ganharam o reforço absurdo da internet e agora nada passa batido. A gente sempre sabe de tudo.

Mas, será que é saudável lidar com tanta informação assim, o tempo todo? Melhor não, né? Mas também não dá pra ficar alienado das notícias do mundo, então, que tal um meio termo na hora do almoço?

Tire aquele tempinho depois de se alimentar para se atualizar sobre os fatos do dia. Veja o jornal na TV, acesse aos seus sites favoritos, responda as mensagens acumuladas da manhã, dê aquela visitada nas redes sociais, enfim… abasteça-se das notícias do dia, mas escolha somente um momento para tal.

O mais indicado é mesmo restringir essa explosão de informação a momentos específicos do dia, um ou dois no máximo, e o almoço é um bom momento. Você está relaxando, descansando e ainda tem metade do dia pela frente para processar as informações.

Dica 4: Já colocou as séries em dia?

Não pode virar uma cobrança, mas a hora do almoço pode ser um bom momento para colocar suas séries em dia. O tempo é perfeito para ver aqueles episódios mais longos ou ver dois daqueles mais curtinhos. Que tal?

Entre os gêneros, a escolha é toda sua. Você pode curtir suspenses, dramas, documentários, comédias, romances, terror… deixe a mente viajar! Aproveite para relaxar bem, aproveitar o sofá e o tempo offline, sem celular. Combinado?

Dica 5: Mais uma opção para os fãs da telinha

Quem disse que não dá pra ver um filminho no almoço? Bom, o tempo pode ser um problemas, mas se você tiver um pouquinho mais do que 1 hora de almoço, dá pra ver um filme inteiro, né?

Se não, que tal dividir em “episódios”? As ferramentas de streaming são ótimas para isso. Você pausa, desliga a TV e seu filminho continua lá, do jeitinho que você deixou. No dia seguinte você volta uns 5 minutinhos, só para pegar o ritmo novamente, e continua a história. É uma boa, né?

Dica 6: No ritmo que você quiser

A hora do almoço também é perfeita para curtir, com calma, aquela sua música favorita. Saiu álbum novo da sua banda favorita? Seu ídolo finalmente lançou aquele single aguardado? Coloque os fones de ouvido e almoce saboreando o seu ritmo favorito.

E podcast? Você curte? Dizem que quem ainda não gosta um dia vai ficar fã. Não há escapatória! E se o maior problema é não conseguir se concentrar em podcasts enquanto trabalha ou estuda, por causa das informações cruzadas, durante o almoço dá pra aproveitar numa boa, né? Limpe sua mente e curta seu assunto preferido enquanto se alimenta. 

Dica 7: Eletrônicos? Tô fora (ou quase isso).

Nada como abrir aquele livro que você queria ler há tanto tempo, né? Aproveite o almoço para colocar a leitura em dia e viajar para suas histórias favoritas. Nada como almoçar e devorar livros na sobremesa!

Mas, sabe como é, né? Eletrônicos não são tão ruins assim. É só saber usar. Os eBooks, por exemplo, são um caminho sem volta. Uma vez que você se acostuma a ter milhares de títulos em um aparelhinho só, que cabe na bolsa… enfim, cada um lê como gosta. O importante é ler!

Dica 8: Ar puro e um solzinho, quem não gosta?

Que tal sair um pouco de casa, ver mais do que as quatro paredes que te cercam o dia todo? Que tal dar aquela caminhadinha para fazer a digestão? E a vitamina D, tá em dia? Dizem que um solzinho é tudo de bom no home office. Concorda?

Aproveite o restinho da hora do almoço para levar o pet para passear, dar uma voltinha no jardim ou só ficar paradão, fazendo aquela fotossíntese gostosa. Aliás, é importante tirar um pouco os olhos de coisas tão próximas. Descanse a vista olhando lá longe, adivinhando formatos nas nuvens, desanuviando… coisa boa, né?

Dica 9: Colocando o papo em dia!

A gente já falou sobre as notícias ali em cima, redes sociais e aplicativos de mensagens inclusos, mas agora é mais específico: que tal aproveitar a hora do almoço para colocar o papo em dia?

O distanciamento e isolamento social são uma das partes mais difíceis das medidas para controlar a pandemia. Não deixe que esse baixo astral te pegue! Quebre o gelo e converse com os amigos no grupo, mande mensagens àquele colega há muito não visto ou, sei lá, dá uma ligadinha pra sua vó. Ela vai amar!

O importante é falar com gente, dar risada, distrair. Sua tarde vai ser bem mais leve e gostosa, pode acreditar!

Dica 10: Aprenda uma coisa nova e divertida

Que tal começar a pintar? E aquele violão parado embaixo da cama? Aquele livro de poesias sai ou não sai? E as inspirações de artesanato que você salva no Pinterest? Bora tirar do papel?

Pois é, pode parecer pouco tempo, mas se você conseguir praticar um pouquinho por dia, logo, logo terá um hobby novinho em folha para curtir ainda mais. A hora do almoço é perfeita para tirar da gaveta aqueles projetinhos menores!

Conte com a Benê para curtir seu home office

Os tempos são difíceis, a gente sabe, e seu esforço para tudo ficar bem com certeza é válido e reconhecido. Mesmo assim, não dá pra ficar pra baixo o tempo todo, né? A gente precisa manter boas energias!

Conte com a Benê no seu dia a dia, seja no Auxílio Home Office ou nas dicas para aproveitar melhor sua rotina. 🙂

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest

Índice

Posts
Relacionados
Gostou?
Compartilhe!
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on email
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter